Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Mulheres

Quando toco a tua pele

Sinto um desejo profundo

Mas sei que não nos pertencemos

Somos de outras pessoas

Maldita hora em que começamos a namorar

És mais bonita e inteligente

Te amo mais e longe demais estou

Mas por que não acontece nada?

Somos traídas

E quando nos abraçamos

Pensamos estar erradas

E estamos

Deveríamos nos amar sem medo

Sem preconceito

Nosso amor é tão lindo quanto os outros

E normal

O que há de errado em amar

Esta vontade de beijar-te

Sou punida agora por gostar

Mas sempre nos incentivaram o contato

E agora que quero

Estou errada

Gosto do meu namorado

Mas amo a ti

E estamos separadas

Por um simples motivo

Somos amigas

3 comentários:

A Madrasta Má disse...

O preconceito muitas vezes começa em nós.... Bjinhos da Madrasta!

Tatiana disse...

Oi Ernani... a Madrasta Má me indicou o seu blog.
Estou muito feliz por estar aqui conhecendo suas poesias.
Serei seguidora para acompanhar-te sempre!

Um abraço carinhoso

Branca disse...

O amor é válido em todas as suas formas...

Gostei daqui...vou te linkar ok?
bjo carinhoso.