Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Dois que se amavam


Dos beijos teus guardo o doce
O sabor que deixastes em mim
E que mesmo estando distante
Ainda te sinto como estivesses aqui

Me tirastes o sono e o sossego
E eu quis mais que me levasses
Para perto de ti, com teu aconchego
Mas somente dor senti quando me abandonastes

Esta dor que hoje mora em meu peito
Que me tira o sono em noites que não findam
Enquanto penso e divago sobre teu jeito

Nas lembranças de quando nossas bocas se encontravam
Mas o estrago já está feito
Somos apenas dois que se amavam

Nenhum comentário: