Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Desilusão de um sábado

Tanta coisa pra falar
E como sempre me calei
Para ver o pior acontecer
Caiu nos braços de outro
Talvez eu seja muito inocente
Ou bobo mesmo
Só sei que essa timidez está acabando comigo
E a cada desilusão aumenta a vontade
De morrer
De ficar longe de tudo
De todos
De ter alguém
De ser amado
De não me iludir
Mas sempre tem uma nova ilusão
De que agora vai dar certo
Mas minha timidez é mais forte
E todos meus planos ficam presos
Na minha garganta
Quando chegam tão longe
Pois normalmente nem saem da minha cabeça
Mas amanhã é outro dia
Outra tentativa
Outra decepção
E assim vou vivendo
Atrás de uma felicidade que corre mais que eu
E que quando eu alcançar pode ser tarde demais
Ou feliz de menos

Nenhum comentário: