Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Soneto da desculpa


Temos toda essa distância

Mas não é isso que me fere

Foi não ter tido consciência

E cometido uma intempérie


Agi movido pela vontade do meu coração

Não pensei em nada além de te ver

Pensei estar agindo dentro da razão

Mas só consegui nos fazer sofrer


Sermos felizes era a minha intenção

Ver no seu rosto um sorriso estampado

Todo o meu esforço, ao fim, foi em vão


Quisera eu, por você, ser desculpado

Para que continue ardendo nossa paixão

E que seja o nosso amor para sempre consumado

11 comentários:

Fofa disse...

Sweetie!

Vc fez exatamente o que tinha que ser feito, foi fiel aos seus sentimentos, nada estava errado!

Lembre-se, mesmo tendo a melhor intenção do mundo as vezes as pessoas não estão na mesma sintonia que a nossa...

De tempo ao tempo, tudo vai voltar ao normal.
I promiss you!

Beijocas

Serena Flor disse...

Que lindo soneto!
Passando pra te deixar um abraço e um carinho!
Beijos.

Casal do Arrocha disse...

Lindooooooo!
Beijinhos...

Tempestade disse...

Tenha calma!
Sei que é difícil, mas enfim...
Beijos Tempestuosos!

M. Nilza disse...

Puxa!!

Acho que a humildade do pedido já merece ser ouvido. Aguarde menino!!
Lindo pedido, lindo poema!

beijos

Christi... disse...

Devagar e indo, o reconhecer que ás vezes trocamos os pés pelas mãos, é normal, é humano, ainda mais quando envolve outra pessoa, com um canal de sentimentos forte conosco.
Ainda mais quando se é emoção, mais do que razão, e tentamos agir em campo que não é nosso forte, aí é um tiro no escuro em determinadas situações, porque agimos com a razão, e em seguidas, caímos da melancolia do coração próprio de um emotivo.

Vai dar certo, há muito amor aí em ti.
Desculpas amolecem até pedras, imagine corações

Beijos querido

Chris

Bel disse...

Não se flagele tanto por ter errado. Todas as nossas atitudes tem 50% de chance e dar certo e 50% de dar errado. Faz parte da vida. Bjos

Maria disse...

"/alguém que nos transe um beijo/
/Que a química alucina/
/ põe direção/
/// vence/
/// molha a boca.../
"/Acende as artérias num tráfego intenso/""
Obrigada pela visita
Abraços

My World disse...

Bom Dia Ernani, lindo soneto que tu postou é tão difícil pedir desculpa e pior ainda quando temos que aceitar a desculpa.

Com o tempo tu acaba assistindo aos filmes, Lua De Fel eu recomendo é de se pensar.


Grande abraço e a tua visita é sempre bem vinda.


Luciana

Bala Salgada disse...

Que lindo!

Quando amamos realmente é quando começamos à agir sem razão, não tem como explicar as ações dali em diante.

Luciana disse...

No fundo, erramos sem intenção de errar, queremos, sim, acertar sempre, mas, se considerarmos que, em se tratando de emoção, não conseguiremos sempre fazer o que é certo, lógico e sensato.
O que dói mesmo é a espera...
Adorei essa poesia!
Beijos, poeta!