Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Te procurei


Te procurei

Em outros corpos

Outras bocas

Outros amores

E não achei nada


Nem você

Nem amor

Somente tristeza e solidão


E a cada busca

Me afastei mais de você

Ficando longe do teu corpo

Da tua boca

Do teu amor


Agora que quero te encontrar

Não te acho

O amor acabou

E com ele

A minha esperança

De ser feliz

9 comentários:

Tatiana disse...

Oi Ernani...
Nossa... que poema heim?
É difícil quando queremos muito alguém e essa pessoa não está ao alcance das mãos.
Um belo final de semana para o seu coração!

Um beijim

Loira e Morena disse...

Texto lindo e ao mesmo tempo triste!
Tenha um otimo fim de semana!

Beijaooo da Morena!

Cansada de ser boazinha disse...

Dramático, mas lindo o poema.
Bom ter essa sensibilidade, embora a gente sofra com ela!
Bjos!!

Branca disse...

Bonito demais Ernani...bem sentido, doído...

Ótima semana pra vc,
bjos.

Joyce disse...

O final digno de uma cena de banheiro!!!

hahaha

bjos querido!

Joyce disse...

tu és o top comentarista do meu caderno!!1 hahhaha

vai ganhar um selo!

suavesencantos disse...

Tocante,muito bonito,palavras que expressam um amor intenso,a necessidade de estar ao lado de quem se ama.

bjos.

ઇઉFadinhaઇઉ disse...

Que poema lindooo...
e triste ao mesmo tempo...
Afinal..o amor é mesmo uma caixinha de surpresas!!

beijinhos

A Madrasta Má disse...

Procurou? achou....??????
Passando por aqui só para te desejar uma boa tarde! Bjinhos da Madrasta!