Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Alegria


Um pouco de alegria
Nem sei como agir
Não tenho o costume de ser feliz

A vida sempre me ensinou
Pelo pior jeito possível
Na base da dor
Do sofrimento

Mas você me traz paz
Com você sou pleno
E muitas vezes
Acho isso estranho
Tudo estar tão bom

Espero a desgraça
Como se estivesse espreitando
Aguardando um momento de distração

O tempo de sofrer passou
Agora quero ser feliz
Mas sei que tudo passa
Até a felicidade

Mas que seja bom enquanto durar
O nosso tempo de amar

17 comentários:

Joyce disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
A Lobba! disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Branca disse...

...é isso aí, que seja eterno enqto dure!

Ótima semana pra vc,
bjos!

LUiA disse...

Eiiii!
Mais do que bom, que seja intenso!
Boa semana para vc!!!
Bjos de LUiA

Tessa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
EU SOU NEGUINHA disse...

tem selinho no meu blog o Uni e o verso
Beijos

Tétis disse...

Passei por acaso neste seu blog e fiquei logo fã.

A sua poesia é maravilhosa e o blog muito agradável e atractivo.

Parabéns!...

Verônica disse...

Hoje eu estou assim Plena!!!
simplesmente a vida também me machucou bastante, mas não nos dá sofrimento maior do que podemos suportar!!!
penso assim...
beijos e fica bem...

A Flor do Sul disse...

Magnânimo! Super!
Ah, se eu tivesse para quem ler um poema assim...

Juliana disse...

é ... inhas sao complicadas!

Joyce disse...

Tem meme e selinhos te esperando. bjos

A Madrasta Má disse...

Meu querido, a gente cai e levanta... fica trsite e quando menos se espera o sol volta a brilhar pra gente, assim é a vida.... pena que não tem receitinha! bjinhos da Madrasta!

Amiga do Cafa disse...

Por que será que ser feliz assustada ???
Eiiiiiiii...
tem Selo Literatura pra você no meu blog.
Se quiser....é só passar.Bjs

Luciana disse...

Nossa, Ernani, que poesia linda. Realmente quando estamos felizes, tememos em perder a felicidade. Mas, temos que arriscar. Que seja enquando durar. Beijos!

Fofa disse...

Olá...
Passando pela primeira vez por aqui...
Adorei seu jeito de escrever...
Me fez parar pra pensar...
Por que somos assim, hein?
Sempre achando que a felicidade não pode ser "pra sempre"?
Bom... acho que o importante é aproveitar cada minuto dessa felicidade...
Independente dela durar, anos ou minutos...

Voltarei mais!

Beijocas e bom carnaval!

meuladocontido disse...

"Espero a desgraça
Como se estivesse espreitando
Aguardando um momento de distração"

Também sou assim, não será isso qeu nos aproxima do fim e do sofrimento.
Dizem que pensamento atrai.

Espero que a gente aprenda.
Beijos

Bala Salgada disse...

Que bonito Ernani.
Uma forma de estar sem saber o que fazer é amar ou achar que se está amando.