Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

sábado, 20 de junho de 2009

Metade de mim

Eu concordo em gênero, número e grau com esse poema do Oswaldo Montenegro!

Bjaum



Metade

Oswaldo Montenegro

Composição: Oswaldo Montenegro

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

6 comentários:

meuladocontido disse...

A-mei!
Já havia visto, preciso ler mais e ver se entra na minha cabeça

Beijos lindo!

Ro disse...

Amore,
Quando digo que vc lê meu pensamento... ou melhor estamos ligados até no pensamento. Amo esse poema,lindo, completo...

"metade de mim é amor e a outra metade também..."

Bjo

Andrea B. disse...

Oi Ernani, primeiro parabéns pela escolha da letra, Oswaldo Montenegro é surpreendente, tanto como músico, e como pessoa tbm,...Esta letra em especial é uma de minhas favoritas....somos e buscamos sempre a metade do que "achamos"que nos falta.

Bjo!
ótimo final de semana pra ti...adorei o novo lay!:)

exoticlic.com disse...

poxa quase aplaudi junto!!! =D mto boa talento d+

Stella disse...

Bem bonito. Bem acho que não existe "metade da laranja", acho que nós somso as duas metades opostas de nós mesmos, sabe? :) Porque já não disseram que só se pode amar o outro quando ama a si mesmo. A pessoa já tem que vir completa.

Beijo!

Nani disse...

Delícia!
Sugestão perfeita de postagem.. Palavras simples, fortes e sábias!

:)