Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

domingo, 7 de novembro de 2010

Encontro/Busca


Ainda não conheci o amor
Somente amei
Eu vivi qual um sofredor
Mas de tanto sofrer, cansei
Senti muita dor
Pelo sentimento que rejeitei

Agora correspondido sou
Muito me lamentei
De viver outro amor
Mas nem uma, nem outra amei

Na verdade a dor
É porque muito amei
A quem nunca me amou
E isso sempre neguei

Me esqueça por favor
Todos os magoados achei
Ajudei-os em seu amor
E, agora, sozinho fiquei

Quando precisei de calor
Frio foi o que achei
E agora que não quero amor
Na solidão te encontrei

Nenhum comentário: