Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

quinta-feira, 12 de março de 2009

Espelho sentimental


Tanto olhares

Tantas insinuações

Muita provocação

E pouca ação


Desse jeito eu não quero

Te quero por completo

Te ter comigo

Por todas as horas

Todos os dias


Esse seu joguinho

Me afasta de você

Mas não apaga o que sinto

Não consigo te esquecer

E eu tento


O difícil não é gostar de você

Nem ficar longe

Muito menos sofrer com isso

São coisas que já me acostumei


O que me dói

(E isso não há costume que melhore)

É ficar com você

E te ver tão longe

Como se não estivesse comigo


Te ter ao alcance das minha mãos

Mas ao mesmo tempo tão longe da minha boca

Tão longe do que sinto


Mas o problema é comigo

Preciso parar de projetar em você

O que sinto

Pois isso não vai fazer refletir o que você não sente

4 comentários:

A Lobba! disse...

O moça, Dá atenção pro meu amigo vai?
Ele é um menino muito bacana!

Moço, viu? Tô do teu lado!
Torço pela sua felicidade!

Lambidas da lobba!

A Madrasta Má disse...

Olá meu querido.... passando para desejar um bom fds... Aproveitando o ensejo, comento sobre os joguinhos que rolam nos relacionamentos não tenho muita paciência!!!! Bjinhos da Madrasta!

Sonia Schmorantz disse...

Solidão a dois, e tanto há disso por aí... acredito também, é a pior solidão.
Um abraço e bom final de semana

Tempestade disse...

Tomara que já tenha resolvido essa situação!
Desejo Felicidades!
Beijos Tempestuosos!