Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

quarta-feira, 4 de março de 2009

Amanhecer


No despertar de um novo dia

Sinto a esperança renovada

A vontade aflorando em meu peito

Conto os segundos para te ver


Sei que te quero

Mas duvido de mim mesmo

Pois não sei se será minha


As horas passam

No peito vai dando um aperto

E está distante


Talvez não fisicamente

Mas seu pensamento fica longe

E isso é o que me machuca


Ao anoitecer o aperto no peito

Se transforma em agonia

A dor é quase física

Mas isso passa

Quando o sol raiar novamente

10 comentários:

Fofa disse...

Lindo texto...

Essa espera é complicada...

Beijocas

Madame disse...

A espera na maioria das vezes vale a pena...

Mordidas!

A Madrasta Má disse...

Olá meu querido, sabe aquele ditado "quem espera sempre alcança", pois é acredito nisso... Bjinhos da Madrasta!

Joyce disse...

olha .. eu acho que vc deveria juntar todos os seus poemas, poesias e coloca-los num livro. é serio!

bjos

Branca disse...

É de noite que a saudade aperta mais...

Bonito poema!

bj.

Cansada de ser boazinha disse...

Lindo!!
Gosto de ver a sua sensibilidade pra escrever!
Concordo com a Joyce!! Publique!!!
Bjos!!

Tatiana disse...

Sei que é amor... e dos belos!
Que esse sentimento lhe inspire sempre!

Um abraço carinhoso

Christi... disse...

Lindo, muita coisa, inspirador...
Foto maravilhosa tb.

bjs querido, um ótimo fim de semana pra ti.
Chris

J. Araújo disse...

Parabéns Ernani, suas poesias são todas muito lindas.
Continue sempre com suas belas criações. Estou aguardando vc.

Abraço,

Bala Salgada disse...

Eu não sei daonde você tira tanta inspiração, mas é muito bom.
Parabéns!