Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

domingo, 15 de agosto de 2010

Premonição


Ainda hoje penso
Como cheguei tão longe
Antes de te conhecer?

Não sei como tive vontade
Assim como coragem
Para levantar todos os dias
Sair e voltar para casa
Se não era para voltar ao teu encontro

Não sei de onde veio o desejo
De lutar todos os dias
Por um futuro melhor
Se não planejava nada contigo

Talvez fosse uma premonição de estar contigo
A fé que tinha de encontrar você
A mulher que sempre quis ao meu lado

2 comentários:

Sylvia disse...

Que lindo, Tô! Adorei... adoro quando vc coloca o poeta que tem dentro de vc para fora!

Bjs

Curiosa disse...

Lindo poema ...
você é um bom 'rabiscador de versos ..'
beijos