Presente do meu amor

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Indo dormir


Saudades de estar ao teu lado
De te ver ir fechando os olhos
Enquanto eu tento puxar conversa
De sentir seu pé gelado
Tentando se esquentar na minha perna
De sentir seu abraço
Sentir sua respiração

Saudades de dormir ao teu lado
Abraçado

2 comentários:

Tempestade disse...

Tanto tempo separado?
Isso não é bom, saudades dói.
Beijos Tempestuosos!

Carola Guimarães disse...

Ai! Saudade dói...